Financiar apartamento usado ou novo: qual a melhor opção?

Postado em em 22/10/2018 às 17h14

financiar-apartamento-usado.jpg

Financiar apartamento usado ou novo: qual a melhor opção?

Considerando financiar apartamento usado para realizar o sonho da casa própria?

Em muitos casos, os imóveis usados e que ainda estão em processo de financiamento requerem uma série de documentos e muita atenção da parte do novo comprador. Nós podemos te ajudar a facilitar esse processo, mas você precisará ter muito cuidado, afinal estamos tratando do seu novo lar, não é?

As principais dúvidas geralmente são:

  • Posso vender ou comprar uma casa que ainda está sendo financiada?

  • Preciso esperar o financiamento terminar ou posso me responsabilizar pelas prestações?

Para a primeira pergunta a resposta é sim! É possível financiar um imóvel usado ou até mesmo com acordo ativo no banco.

Para a segunda a resposta é não, não precisa aguardar o financiamento acabar! O prazo de finalização do financiamento de imóvel pode durar até 420 meses, ou seja, 35 anos. Imagina se fosse necessário aguardar este período para vender seu imóvel?

Por ser uma aquisição de longo prazo, não é possível prever algumas intempéries como a necessidade de vender o imóvel. Alguns proprietários, nesta situação ficam em dúvida se é possível vender o imóvel, mesmo que a princípio, não tenha quitado o financiamento.

Isso pode sim ser feito, para isso, será necessário a análise de três fatores:

  • análise de crédito do comprador (assim como em um financiamento comum);

  • avaliação do imóvel (condições gerais);

  • avaliação do vendedor (histórico de financiamento com o banco).

Dessa forma, será possível analisar todas as condições necessárias para prosseguir com a quitação do saldo devedor e financiamento.

Quer entender tudo sobre financiar apartamento usado? Continue lendo este artigo.

Passo a passo para financiar apartamento usado

Após a análise de crédito e avaliações do imóvel, o vendedor e atual responsável pelo financiamento do apartamento usado deve quitar o saldo devedor com o banco para finalizar o contrato realizado em seu nome.

É importante ressaltar que o saldo devedor não é a soma total de parcelas ainda a vencer do seu financiamento, já que há uma porcentagem da amortização de juros em cada mensalidade.

O que é saldo devedor?

Vamos supor que você financiou o valor de R$180.000,00 com sua instituição financeira. Este é o saldo devedor do seu financiamento, porém, não é apenas essa quantia que você irá pagar ao longo dos anos e sim, esse montante acrescido da taxa de juros e de amortização.

O que é amortização de juros?

Amortização é a redução da dívida através de pagamentos mensais com a finalidade de reduzir a quantidade e o valor das parcelas até sua extinção. No mercado imobiliário são regidos pelo Sistema SAC ou PRICE, com possibilidade de escolha para o cliente.  

No site FazAConta é possível calcular as parcelas, juros ou amortização de qualquer dívida sob qualquer sistema, confira.

Qual valor tenho que quitar para finalizar meu financiamento?

Apenas o saldo devedor.  

Como vimos, os juros são adicionados de acordo com a quantidade de parcelas e o sistema SAC ou Price escolhido pelo cliente, logo o acordo de finalização de contrato com a instituição financeira levará em conta a redução dos juros e adicionais por se tratar do pagamento total da dívida.

Geralmente esse pagamento é realizado com o próprio dinheiro da venda do imóvel, ou seja, o valor de quitação é abatido na venda do imóvel e após o prazo de até 30 dias, a instituição financeira depositará em conta o valor do imóvel já abatido com o financiamento.  

Este prazo é estipulado pelo banco com base no tempo de registro de imóvel e escritura.

Análise de crédito do comprador para financiar apartamento usado

Assim como o financiamento de imóveis novos, a análise de crédito do comprador passa por diversas burocracias como:

  • comprovante de renda atualizados, individual e familiar;

  • consulta ao Serviço Central de Proteção ao Crédito - SCPC/ Sociedade Anônima de centralização de Serviços Bancários - Serasa;

  • CPF;

  • RG;

  • certidão de nascimento ou de casamento;

  • certidão conjunta de débitos de tributos federais.

Aqueles que desejam utilizar o FGTS para financiar apartamento usado devem apresentar:

- extrato datado, carimbado, atualizado e original do FGTS;

- comprovante de residência;

- Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);

- declaração do Imposto de Renda (IR);

- em caso de casamento, última declaração do IR do cônjuge.

Análise do imóvel

O imóvel em questão passará por uma série de análises, tanto através de visitas a residência quanto por vistoria das documentações.

É comum a instituição financeira solicitar a avaliação de um engenheiro para atestar se há condições do apartamento ser financiado. Sendo um imóvel usado, é difícil determinar quais serão as características analisadas para esta definição.

Documentos necessários do imóvel:

  • cópia da matrícula atualizada;

  • certidões atualizadas;

  • IPTU e Condomínio (certidões negativas de débito);

  • documento de desapropriação;

  • Certidão vintenária (20 anos) com negativa de ônus atualizada;

  • Cópia do pagamento da Taxa de Cadastro e Avaliação (TCA);

 

Sem dúvidas para financiar apartamento usado há muito mais burocracias, por isso, é comum de tempos em tempos surgir ofertas para este tipo de financiamento.

Caixa financia até 80% do imóvel usado para servidor público

Em Junho de 2018, a Caixa Econômica Federal aumentou de 70% para 80% o limite para financiar apartamento usado para servidores públicos, igualando assim o teto de limite com unidades novas.

Em nota, o banco público afirmou que este aumento tem como objetivo “beneficiar o segmento com a mais baixa inadimplência e estimular o relacionamento de longo prazo com a instituição financeira", os demais clientes continuarão com o financiamento de casas usadas com o crédito imobiliário de até 70%, e 80% para imóveis novos.

Além disso, confira as vantagens de comprar um imóvel do Programa Minha Casa Minha Vida.

 

Simulador de financiamento: imóvel novo ou usado

Sabia que você pode usar um simulador de financiamento imobiliário para ter uma ideia de como ficará seu financiamento?

Esse sistema online, disponível na maioria dos sites de instituições financeiras, permite acesso a dados precisos sobre sua compra, além de verificar o possível valor das prestações, taxas de juros e outras características do financiamento.

Caso você fique satisfeito com a sua simulação, imprima todos os resultados obtidos e leve até a sua agência para negociação, confira os principais simuladores:

Por que devo optar por um imóvel novo?

O financiamento de um imóvel novo possui condições menos burocráticas que as encontradas nos imóveis usados, principalmente porque no caso de imóveis usados é necessário um tempo maior entre negociações e análises para aprovação dos documentos, já que o trâmite envolve pelo menos quatros fatores potenciais: comprador, vendedor, banco e imóvel.

Ao tratar diretamente com a construtora e o banco evita-se uma série de procedimentos que são usuais em negociações como a dos imóveis usados.

Além disso, comprar um imóvel na planta ou novo possui garantias registradas entre você e a construtora. Tudo é devidamente acertado e oficializado.

No caso dos imóveis na planta, por exemplo, economiza-se em geral até 20% do valor total em comparação com imóveis prontos ou usados. Além disso, é possível fazer alterações na planta sem encarecer o empreendimento, para isso, negocie com sua construtora.

Quer conhecer os imóveis da Nassal Construtora?

Conheça a Nassal Construtora

A carreira consolidada da Nassal é representada por seus apartamentos de qualidade e pelas ações que são desenvolvidas junto aos clientes e colaboradores.

A maior construtora de Sergipe e uma das 40 maiores do país, eleita em 2017 no Ranking ITC, possui práticas de gestão modernas, sendo uma referência no mercado regional pela qualidade dos empreendimentos e segurança nas entregas.

Empresa 100% sergipana, a Nassal, em 2018, completa 35 anos de atuação, contribuindo para o desenvolvimento de Aracaju, Socorro, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros e, mais recentemente, do município de Lagarto.

Conheça os nossos empreendimentos!

Gostou de algum? Entre em contato conosco através deste link!

 
Política de Privacidade 2018 Copyright - Todos os direitos reservados.