O que fazer em Aracaju nas horas vagas?

Postado em em 04/10/2018 às 12h38

o-que-fazer-em-aracaju.jpg

O que fazer em Aracaju: melhores destinos para sergipanos

Aracaju é uma cidade muito famosa por seus programas voltados para turistas. Mas vamos combinar que para um sergipano turistar talvez não seja a opção mais atraente e um roteiro alternativo sobre o que fazer em Aracaju para se divertir e relaxar no tempo livre cairia bem, não é mesmo?

Se você é sergipano ou mora a bastante tempo na capital do estado, com certeza já se deparou com um desses guias para turistas.

Nesses informativos o que a gente mais encontra são indicações para visitar praias belíssimas, algumas indicações de bares e restaurantes e nada mais.

Hoje, vamos fugir desse clichê. Para isso, preparamos um guia diferente, com lugares para você curtir os finais de semana e dias livres, em família, sozinho ou com aquela companhia especial.

Nele você vai encontrar endereços de locais para comer, relaxar, se exercitar, montar um programinha cultural ou, simplesmente, curtir a natureza.

Temos de tudo um pouco e confiamos que até o fim desse artigo, você vai montar a sua própria lista com os lugares que mais gostaria de visitar.

Curioso? Então vem com a gente.

Para as crianças e toda a família

Mundo Maravilhoso da Criança

A nossa primeira sugestão para o que fazer em Aracaju é visitar o Mundo Maravilhoso da Criança, um parque de diversões para crianças de todas as idades, equipado com brinquedos diversos, formando um ambiente mega colorido.

As cores do parque formam uma bela paisagem que contrasta com o azul esverdeado do mar da praia de Atalaia que fica ao fundo.

A entrada é gratuita, por isso, você pode levar as crianças para se divertir, sempre que quiser, até mesmo no fim do mês - quando a grana fica curta.

Oceanário de Aracaju

Ainda no bairro de Atalaia, pertinho da praia, você encontra o Oceanário do Projeto Tamar, construído em uma área de 1.700 m? e considerado o 1º do Nordeste e o 5º do Brasil.

Na estrutura, que foi construída em formato de tartaruga gigante, estão instalados 20 aquários, onde são exibidas a rica flora e fauna marítima e fluvial da região em 12 aquários de água salgada e 6 de água doce.

Além disso, o espaço conta com inúmeros tanques que abrigam tartarugas marinhas (adultas e filhotes) e tubarões.

Há também tanques interativos, onde os visitantes podem alimentar os peixes e tubarões e, ainda, interagir com as tartarugas, desde que acompanhados de um colaborador do Oceanário.

Horário de funcionamento:

O espaço funciona às segundas-feiras, das 10h às 21h e de terça à domingo, das 9h às 21h. Nas férias de dezembro a fevereiro e em julho, o espaço abre diariamente das 9h às 21h.

Entrada:

O ingresso custa R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia).

Para comer e encontrar os amigos

Está em busca de lugares para comer com os amigos, com a família ou com aquele(a) paquera?

Selecionamos alguns endereços de botecos, restaurantes, delicatessens e hamburguerias  nos bairros da Farolândia, Atalaia e Centro. Veja a seguir.

Complexo de restaurante da Passarela do Caranguejo

Para começar a nossa lista, no calçadão do Atalaia, pode ser encontrada uma lista sem fim de bares e restaurantes que oferecem uma variedade de pratos típicos da região.

O famoso caranguejo sergipano é servido empanado, ensopado, grelhado, gratinado e, do jeito tradicional: com uma tábua e um martelinho para quebrar a carapaça.

Ao visitar a região, sua maior dificuldade será escolher um só lugar para comer, porque ela concentra os melhores bares e restaurantes da cidade.

Apesar de estar localizado em um bairro super requisitado pelos turistas, vale a pena incluir  o complexo de restaurantes da região na sua lista do que fazer em Aracaju nos finais de semana, mesmo já sendo um morador da cidade.

Mercado Municipal no Centro de Aracaju

Quem pensa que o Mercado Municipal é só artesanato e doces típicos está bastante enganado. Porque além das lojinhas para turistas, o mercado oferece bares e restaurantes com boa comida e música.

Um destaque especial vai para o Restaurante Caçarola, que, apesar de ser muito famoso e conhecido na região, tem muito morador de Aracaju que ainda não conheceu o lugar.

Os frequentadores podem se divertir com as bandas locais que animam os visitantes ou comer uma macaxeira frita com carne do sol.

Para comer e beber em Farolândia

Na Farolândia selecionamos três endereços super conhecidos, o Bar e Restaurante Corno Velho, o Rincão Mineiro e o Che Music Bar.

Bar e Restaurante Corno Velho

Com vista pro Rio Sergipe e ambiente rústico e aconchegante, o Corno Velho pode ser acessado pela Rua Alu Campos. No cardápio, se destacam os frutos do mar.

Rincão Mineiro

Referência na região, o restaurante é conhecido por oferecer pratos típicos da culinária mineira, agradando a turistas e moradores que o frequentam.

Che Music Bar

Regularmente frequentado por universitários e moradores de toda a Aracaju, o Che é o endereço certo para quem gosta de curtir boa música.

Os petiscos e a bebida servidos são elogiados por quem frequenta o bar, que ainda oferece um ambiente agradável para curtir o fim da noite e os finais de semana.

Lugares para se exercitar ou simplesmente relaxar

Você já conhece o Parque da Sementeira ou o Parque dos Cajueiros? E sabia que Aracaju tem um espaço para os amantes da velocidade e automobilismo? A nossa sugestão de o que fazer em Aracaju para se exercitar e relaxar é visitar a orla do Bairro Industrial. Confira a seguir.

Para aproveitar: Orla do Bairro Industrial

A extensa orla do Rio Sergipe no Bairro Industrial situa-se até o limite com o bairro de Porto Dantas. A região é super indicada para a prática de esportes e outras atividades de lazer.

Além da exuberante beleza natural que a orla oferece, os moradores e visitantes contam com uma série de aparelhos para a diversão, tais como:

  • aparelhos recreativos;

  • quiosques;

  • anfiteatro;

  • bicicletário;

  • mirante com cobertura em palha;

  • ciclovia;

Para a prática de esportes, a região conta com três quadras poliesportivas, três quadras de vôlei de praia, uma quadra de basquete de rua, dois parques infantis, um campo de futebol, uma pista e uma rampa de skate, cinco mesas de concreto para xadrez e damas e pista de cooper em concreto com 1.760 metros.

Para quem deseja simplesmente relaxar em um piquenique, admirando o pôr do sol ou para um encontro romântico, a área é dotada de paisagismo com grama, arbustos e árvores de médio porte.

Há também um imenso manguezal que faz sombra para quem descansa no local.

E se a fome aparecer? A região também oferece uma infinidade de bares e restaurantes. Algumas sugestões são: Gordo Restaurante, Bar e Restaurante do Peixe e O Arrumadinho.

Dois estacionamentos com capacidade para cento e vinte oito carros, dois postos policiais e um posto de saúde, completam a estrutura da Orla do Bairro Industrial.

Kart: para os amantes de velocidade

Bem pertinho da Orla de Atalaia, temos o programa ideal para os amantes de automóveis e velocidade: o Kartódromo Emerson Fittipaldi.

No kartódromo são alugados karts de 6,5 hp e 13 hp, por duas empresas distintas, em um valor médio de R$ 50,00, para vinte minutos de corrida.

As empresas disponibilizam macacão, capacete e balaclava e, ao final das corridas, os ganhadores levam troféu com direito a pódio e tudo.

Horário de funcionamento:

Terça-feira a Sábado das 18h00 às 22h30, domingos das 16h00 às 22h30 e feriados das 15h00 às 22h30.

Parque da Sementeira

Com 396.019 m² de área verde, o Parque Augusto Franco é o programa ideal para quem busca o que fazer em Aracaju nos dias de sol.

Popularmente conhecido como Parque da Sementeira, o espaço abriga mais de 112 espécies de árvores frutíferas e exóticas do bioma de Mata Atlântica.

Pica-pau, arara pequenina, joão-de-barro, canário, gavião, coruja, rolinha-do-pará e outras espécies de aves raras, são apenas alguns exemplos da gigantesca diversidade biológica que o parque abriga.

Diante de tanta abundância, os visitantes podem se colocar a contemplar toda essa riqueza ou, simplesmente, aproveitar o plano de fundo para uma caminhada, corrida, pedalada ou para a prática de outras atividades esportivas e de lazer.

Para isso, o espaço, que funciona das 5h às 21h, é equipado com itens como: parque infantil, campo de futebol, quadra poliesportiva, espaço com aparelhos para exercícios físicos, pista para caminhada, quiosques para piqueniques, sanitários, lagos, etc.

Parque dos Cajueiros

Parque dos Cajueiros é o nome popular dado ao parque Governador Antonio Carlos Valadares, localizado na avenida beira mar, uma das principais avenidas da zona sul da cidade.

A estrutura do parque conta com academia completa ao ar livre, pistas para caminhada e ciclovia e quadras poli esportivas.

Some isso a banheiros, lanchonetes, sorveterias e um restaurante super frequentado na região: o Casa de Seresta do Raimundo Baiano.

O restaurante, que funciona como casa de show, é o endereço certo para os amantes da seresta e das noites de festa aracajuanas.

O Cajueiros é margeado pelo Rio Poxim, onde podem ser praticados esportes náuticos como o remo e canoagem.

Sobre o rio Poxim, está instalado um píer de onde pode ser contemplada uma exuberante paisagem, frequentemente capturada pelas lentes de fotógrafos paisajistas e aproveitada pelos praticantes de pesca esportiva.

Para as crianças, o parque oferece brinquedos e castelos de madeira, além das casinhas de bolas e camas elásticas alugadas pelos comerciantes que trabalham por lá.

Para investir em cultura e conhecimento

E para encerrar a nossa lista de o que fazer em Aracaju para sergipanos, não poderiam faltar programas culturais. Para isso, indicamos a visita em dois importantes museus da cidade e de importantes teatros da cidade, como o popular Teatro Tobias Barreto.
 

Teatro: cultura e diversão para a família

Teatro Tobias Barreto

O maior e principal teatro da cidade, o Teatro Tobias Barreto, fica localizado ao lado do Terminal DIA. Nele são exibidos shows, peças de teatro, musicais e outros espetáculos.

Arquitetura moderna e o conforto são marca registrada do espaço que, frequentemente, abre as portas para pessoas das mais diversas faixas de renda com apresentações gratuitas.

Horário de funcionamento:

A bilheteria do Tobias Barreto funciona de terça à sexta-feira, de 12h00 às 19h00. Nos finais de semana e feriados, o horário de funcionamento varia conforme o evento. Para mais informações, acesse: http://www.ttb.se.gov.br/

Teatro Lourival Batista

O teatro Teatro Lourival Batista foi fundado na década de 60 e seu nome é uma homenagem ao ex-governador Lourival Batista.

O espaço fica localizado a 5 minutos do Centro, na rua Laranjeiras, no bairro Getúlio Vargas.

Sua infraestrutura conta com 150 assentos e é adaptada para portadores de necessidades especiais.

Ele recebe espetáculos menores, mostras, exposições e iniciativas apoiadas pelo Estado, além de oferecer alguns cursos de formação em artes cênicas.

Horário de funcionamento:

A bilheteria do teatro funciona de terça a sexta-feira, das 14h às 20h. Para mais informações, visite a página do teatro no facebook.

Teatro Atheneu

O Teatro Atheneu “estreou” em março de 1954 e, hoje, é considerado um ícone das artes cênicas de Sergipe.

Mas nem sempre foi assim, o teatro mais antigo do estado, originalmente, foi criado para ser auditório de atividades do Colégio Atheneu Sergipense.

Entretanto, com o crescimento da cena cultural de Aracaju o espaço começou a ser utilizado para receber grandes nomes da cultura brasileira e espetáculos internacionais de grande porte, como o ballet Imperial da Rússia.

Durante muitos anos, o Atheneu foi o único teatro da capital.

Entre os anos de 2009 a 2011, ele passou por importante revitalização na infraestrutura e modernização do equipamento cênico.

Possui 800 poltronas, divididas entre plateia e mezanino, entre as quais, existem assentos especiais para obesos e espaços reservados para cadeirantes.

Além disso, o teatro conta com rampas de acessibilidade, sanitários adaptados para portadores de necessidades especiais e, ainda, espaços especiais para esses espectadores.

Ainda sobre a infraestrutura, o espaço possui quatro camarins, sala de ballet e foyer.

Em seu espaço cultural encontramos um painel pintado pelo artista plástico sergipano Jenner Augusto.

Na parte externa, mais painéis. Esses, porém, homenageiam grandes artistas das artes cênicas em Sergipe, como Luiz Carlos Reis, Valdice Teles, Otto Cornélio, Mariano Antônio e César Macieira.

Horário de funcionamento:

A bilheteria funciona conforme a programação de eventos. Para mais informações acesse o site do teatro.

Museu da Gente Sergipana

No Museu da Gente Sergipana, criado recentemente pelo governo do Estado, interatividade é a palavra-chave.

Isso porque toda a tecnologia utilizada nas exposições, fixas e temporárias, tem a finalidade de aproximar o visitante que percorre suas salas.

O espaço busca exibir o patrimônio cultural do povo sergipano em salas que recontam as festas populares, os pratos da culinária, as brincadeiras de infância, o vocabulário local, a literatura, fauna e flora do estado de Sergipe.

Horário de Funcionamento:

De terça à sexta, das 10h00 às 16h00; sábado e domingo, das 10h00 às 15h00.

Entrada: Gratuita.

Palácio Museu Olímpio Campos

O casarão em estilo neoclássico que abriga o Palácio Museu Olímpio Campos, foi construído em meados do século XIX com objetivo de abrigar a sede do governo da província na capital sergipana e funcionar como residência oficial do governador.

O espaço veio a ser tornar o museu que conhecemos hoje, durante a gestão do ex-governador Marcelo Déda. Sua estrutura conta ainda com uma biblioteca e um espaço para eventos.

Cada sala do museu reconta a história da capital sergipana. Mobília, pinturas, quadros, arquitetura, se misturam para narrar desde os aspectos econômicos até episódios da política local e nacional.

Horário de Funcionamento:

De terça à sexta, das 10h00 às 17h00; sábado e domingo, das 09h00 às 13h00. Fechado às segundas-feira.

Entrada: Acesso gratuito

Gostou da nossa lista do que fazer em Aracaju? Então compartilhe esse artigo com seus amigos e nas suas redes sociais.

Conheça a Nassal Construtora

A carreira consolidada da Nassal é representada por seus apartamentos de qualidade e pelas ações que são desenvolvidas junto aos clientes e colaboradores.

A maior construtora de Sergipe e uma das 28 maiores do país, eleita em 2017 no Ranking ITC, possui práticas de gestão modernas, sendo uma referência no mercado regional pela qualidade dos empreendimentos e segurança nas entregas.

Empresa 100% sergipana, a Nassal, em 2018, completa 35 anos de atuação, contribuindo para o desenvolvimento de Aracaju, Socorro, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros e, mais recentemente, do município de Lagarto.

Conheça os nossos empreendimentos!

 
Política de Privacidade 2018 Copyright - Todos os direitos reservados.